SELIC x CDI x IPCA X IGPM

É comum vermos as aplicações de renda fixa terem como indexador a taxa SELIC, CDI e ou IPCA, porém para que se possa tomar as melhores decisões é importante entender cada uma delas.

SELIC – Sistema Especial de Liquidação e de Custódia para Títulos Públicos Ferais:

É a taca básica da economia do país e ela é o principal balizador para as demais taxas. Esta taxa é defina pelo Banco Central a cada 45 dias. O governo utiliza esta taxa também para tomar recursos emprestadados.

CDI ou Taxa DI – Certificado de Depósito Interbancário:

Ao final de cada dia os bancos precisam prestas conta ao Banco Central. É comum para fechar a conta os bancos se emprestarem dinheiro entre si, os prazos são cursos e com finalidade de fechamento de caixa. Isto ocorre tendo em vista que um banco em determinado dia pode ter mais saques do que depósitos e precisa fechar o caixa, sendo assim toma dinheiro emprestado de outro banco e coloca seus títulos públicos como garantia. As duas taxas são bastante parecidas, mas possuem pequenas variações, veja no gráfico abaixo:

Fonte: minhaseconomias.com.br

IPCA – Índice de Preços ao Consumidor Amplo: 

O Sistema Nacional de Índices de Preços ao Consumidor – SNIPC produz contínua e sistematicamente o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo – IPCA que tem por objetivo medir a inflação de um conjunto de produtos e serviços comercializados no varejo, referentes ao consumo pessoal das famílias. Esta faixa de renda foi criada com o objetivo de garantir uma cobertura de 90% das famílias pertencentes às áreas urbanas de cobertura do Sistema Nacional de Índices de Preços ao Consumidor – SNIPC.

Esse índice de preços tem como unidade de coleta estabelecimentos comerciais e de prestação de serviços, concessionária de serviços públicos e intenet e sua coleta estende-se, em geral, do dia 01 a 30 do mês de referência.

Atualmente, a população-objetivo do IPCA abrange as famílias com rendimentos de 1 a 40 salários mínimos, qualquer que seja a fonte, residentes nas áreas urbanas das regiões de abrangência do SNIPC, as quais são: regiões metropolitanas de Belém, Fortaleza, Recife, Salvador, Belo Horizonte, Vitória, Rio de Janeiro, São Paulo, Curitiba, Porto Alegre, além do Distrito Federal e dos municípios de Goiânia e Campo Grande.

Veja mais detalhes sobre históricos e composição do IPCA aqui.

Baixe grátis nosso E-book sobre Renda Fixa

Aprenda através de vídeo em nosso novo Canal no Youtube.


Compartilhe:



Comente no Facebook:

Desenvolvido por Investing.com

Livro

Mercados Futuros

Como vencer operando futuros

Adquira aqui seu exemplar
Acompanhe

Cotações Internacionais

100% gratuitas, veja agora

Facebook Notícias Agrícolas

Dúvidas sobre Mercados Futuros:

contato@operefuturos.com.br

Quer anunciar neste site? Entre em contato:

Publicidade Popular - (51)4042.9919 ou gabriel@m5agenciadigital.com.br