Opção de Compra – Call

Dá o direito a seu comprador de comprar determinado ativo ao preço estipulado na abertura da posição, até determinada data, independente do preço que estiver o ativo. Paga-se um pequeno percentual do ativo para se ter o direito de compra a qualquer momento a um preço estipulado, porém com data de vencimento. Vejamos exemplo de como um hedger pode utilizar uma opção de compra e como um investidor também pode utilizá-la.

Hedger

Para um frigorífico que deseja se proteger da alta dos preços do boi pode ser interessante realizar a operação de compra de Call, pois assim garantirá um preço máximo para a compra de seus insumos para a data em que precisará realizar compra de animais. Um frigorífico possui como matéria prima o boi gordo e a alta de sua matéria prima pode comprometer suas margens, por isso se faz necessário utilizar mecanismos de proteção para uma eventual alta.

Investidor

Para aquele que acredita na alta dos preços e deseja limitar seu risco, a compra da opção pode ser uma alternativa bastante interessante.

 

Exemplo

Investidor comprou uma call de boi garantido um direito de compra a R$ 130,00 até outubro, porém para aquisição deste direito pagou R$ 2,00 por opção, sendo que cada contrato de boi gordo são 330 opções, o que dá um custo final de R$660,00.

Cenário 1 – ALTA: Final de outubro o boi está R$ 140,00, o investidor ganhou em cada contrato R$ 10,00 menos R$ 2,00, que foi seu custo.

R$ 10,00 – R$ 2,00 = R$ 8,00/arroba x 330 (1 contrato) = R$ 2.640,00 (ganho financeiro)

 Cenário2 – BAIXA: Final de Outubro o boi está R$ 120,00, o prejuízo da operação será de R$ 2,00 por contrato apenas, ou seja, apenas o custo da opção call (2,00 X 330 = R$660,00).  O investidor não exercerá seu direito de compra a R$ 130,00, pois o mercado está R$ 120,00.

  • O comprador da call pode exercer seu direito a qualquer momento, mas normalmente não é interessante exercer enquanto a opção tem valor extrínseco, pois este valor é perdido quando a opção é exercida.
  • Cabe ressaltar que todas as operações são garantidas pela bolsa, ou seja, o vendedor sempre arcará com a sua obrigação.
  • Quem vende a opção call, mesmo que possua ativo, há chamada de margem adicional pela bolsa de mercadorias e futuros. O vendedor sempre fica mais exposto a risco, por isto são exigidas garantias do mesmo.

Caso a call não se valorize ela “vira pó’, que é o termo utilizado no mercado para a perda de valor da opção.

Compartilhe:



Comente no Facebook:


Livro

Mercados Futuros

Como vencer operando futuros

Adquira aqui seu exemplar
Acompanhe

Cotações Internacionais

100% gratuitas, veja agora

Acesso a conteúdo EXCLUSIVO

Você pode fazer parte da Opere Futuros, fique por dentro de todas as novidades e tenha acesso a conteúdos exclusivos em nosso site, faça login com seu facebook e faça parte.

OBS.: Você está autorizando o envio de newsletter pela Opere Futuros, seu email e seus dados não serão divulgados para terceiros.

Facebook Notícias Agrícolas

Dúvidas sobre Mercados Futuros:

contato@operefuturos.com.br

Quer anunciar neste site? Entre em contato:

Publicidade Popular - (51)4042.9919 ou gabriel@m5agenciadigital.com.br