Mercados Futuros 13 de Abril de 2018, 15:21h

Bovespa cai mais de 1% após ganhos recentes, de olho em política local

O principal índice acionário da bolsa paulista caía nesta sexta-feira, após fechar no azul nos três pregões anteriores, com investidores adotando cautela diante da cena política local, antes do fim de semana que terá a primeira pesquisa eleitoral após a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Às 11:41, o Ibovespa caía 1,37 por cento, a 84.270 pontos. O giro financeiro era de 3 bilhões de reais.

As incertezas com o cenário político local seguem despertando cautela dos investidores que, após a prisão de Lula, ainda aguardam mais clareza sobre quem serão os candidatos, suas propostas e quem deve herdar os votos do ex-presidente.

Neste sentido, cresce a expectativa pelas primeiras pesquisas de intenção de votos após a prisão de Lula. Já estão programadas para serem divulgadas pelo menos duas pesquisas nos próximos dias.

“Importante: (1) como evoluiu Alckmin (PSDB) no período recente?; e (2) haverá avanço de Joaquim Barbosa (PSB), deixando presidenciáveis como Marina (Rede), Ciro (PDT) e o próprio Alckmin para trás?”, escreveram analistas da corretora Guide Investimentos em nota a clientes.

DESTAQUES

– CYRELA ON caía 2,25 por cento após a empresa reportar sua prévia operacional do primeiro trimestre, com crescimento de 18 por cento nas vendas líquidas contratadas em relação a igual período do ano passado, para 613 milhões de reais, enquanto os lançamentos caíram 29 por cento. Segundo analistas do J.P.Morgan, dados operacionais vieram um pouco abaixo do esperado pelo banco, principalmente devido aos lançamentos menores.

– BRF ON caía 3,92 por cento, entre as maiores perdas do índice, após três dias seguidos no azul. No radar segue a negociação para a troca no comando do conselho de administração da companhia. Recentemente, o executivo indicado pelos fundos de pensão para presidir o conselho se recusou a fazer parte de uma chapa alternativa.

– PETROBRAS PN recuava 1,15 por cento e PETROBRAS ON perdia 1,52 por cento, na contramão dos preços do petróleo no mercado internacional, que operavam em território positivo.

– BRADESCO PN perdia 2,27 por cento e ITAÚ UNIBANCO PN caía 1,92 por cento, ajudando a pressionar o índice devido ao peso que esses papéis têm sua composição.

– GPA PN subia 1,76 por cento, entre os destaques positivos do índice, após a empresa de varejo reportar dados preliminares do primeiros trimestre, com vendas totais líquidas subindo 7,5 por cento ante igual período do ano passado, para 11,343 bilhões de reais.

(Por Flavia Bohone)

Leia mais em Notícias Agrícolas

 

Fonte: Reuters

Compartilhe:



Comente no Facebook:


Livro

Mercados Futuros

Como vencer operando futuros

Adquira aqui seu exemplar
Acompanhe

Cotações Internacionais

100% gratuitas, veja agora

Acesso a conteúdo EXCLUSIVO

Você pode fazer parte da Opere Futuros, fique por dentro de todas as novidades e tenha acesso a conteúdos exclusivos em nosso site, faça login com seu facebook e faça parte.

OBS.: Você está autorizando o envio de newsletter pela Opere Futuros, seu email e seus dados não serão divulgados para terceiros.

Facebook Notícias Agrícolas

Dúvidas sobre Mercados Futuros:

contato@operefuturos.com.br

Quer anunciar neste site? Entre em contato:

Publicidade Popular - (51)4042.9919 ou gabriel@m5agenciadigital.com.br