Tipos de Renda Fixa – Pré e Pós

Aplicações em renda fixa geram interesse em pessoas que desejam pouca exposição ao risco e uma rentabilidade garantida. Existem duas classificações para os títulos, sendo elas:

Pré-fixada: Esta modalidade permite que no momento da aplicação você já consiga provisionar quanto terá de capital até seu vencimento pelo período que ficar aplicado, ou seja, você já tem definida sua rentabilidade no momento da aplicação.

Pós-fixada: Esta modalidade permite que você tenha sua aplicação balizada por algum indicador, geralmente costuma ser a taxa Selic (taxa básica de juros), podendo haver outras variáveis como inflação e etc. Nesta aplicação você só obtém sua rentabilidade exata no resgate da mesma, pois ela apresenta oscilações em sua rentabilidade.  Os grandes investidores costumam aproveitar os momentos de crise financeira, onde as taxas de juros sobem para fazer aplicações pré-fixadas em muitos anos, aproveitando assim o momento de caos para garantir boas taxas de juros a longo prazo. Torna-se interessante em épocas de crise atrelar a rentabilidade a inflação, pois esta geralmente sobe oferecendo boas oportunidades de ganho. Existem diversos produtos de renda fixa, sendo que cada um têm suas características, vantagens e desvantagens.

Aprenda mais sobre Renda Fixa:

Poupança, Tesouro Direto, CDB, LCA e LCI, Letra Financeira e Debêntures.

Baixe grátis nosso E-book sobre Renda Fixa

Aprenda através de vídeo em nosso novo Canal no Youtube.


Compartilhe:



Comente no Facebook:

Desenvolvido por Investing.com

Livro

Mercados Futuros

Como vencer operando futuros

Adquira aqui seu exemplar
Acompanhe

Cotações Internacionais

100% gratuitas, veja agora

Facebook Notícias Agrícolas

Dúvidas sobre Mercados Futuros:

contato@operefuturos.com.br

Quer anunciar neste site? Entre em contato:

Publicidade Popular - (51)4042.9919 ou gabriel@m5agenciadigital.com.br